Domínio Administradora 15 anos | Fale com um especialista: (31) 3689-7778 - WhatsApp: (31) 9 7531-6000

Edifícios inteligentes: como a tecnologia faz a diferença?

 

Os dispositivos inteligentes estão em alta agora e muitos já os estão usando com sucesso. E quanto a edifícios inteligentes? Nós descobrimos por que eles foram chamados assim e se eles realmente ajudam a preservar a natureza.

Como surgiu o conceito de construção inteligente

Frequentemente, edifícios inteligentes (também verdes ou inteligentes) não são chamados de edifícios em si – edifícios residenciais, escritórios, bibliotecas, etc. – mas sistemas que são responsáveis ​​por seu suporte de vida, conforto e segurança.

A sua principal tarefa é utilizar economicamente os principais recursos:

  • água;
  • calor;
  • eletricidade.

Por que isso se tornou importante para uma pessoa em algum momento?

Todos os edifícios do mundo consomem até 42% da eletricidade total. Isso é mais do que qualquer indústria com uso intensivo de recursos, como produção de petróleo ou processamento de metal.

Cerca de 50% da água que entra nos edifícios é perdida e os edifícios residenciais e outros tornaram-se a principal fonte de gases com efeito de estufa à escala global.

Edifícios inteligentes deveriam, senão completamente, pelo menos parcialmente resolver esses problemas e ajudar a conservar os recursos naturais que as pessoas consomem a uma taxa incrível.

Sinais de edifícios inteligentes

Os sistemas de suporte de vida trocam dados continuamente e são controlados centralmente. Isso se aplica à iluminação, medidores de água, bombas de calor, aquecimento, alarmes de incêndio, condicionadores de ar e outros equipamentos.

Até mesmo os elevadores podem fazer parte de um programa inteligente de gerenciamento de edifícios.

Existem muitos sensores que coletam dados e os transmitem para o “cérebro do sistema”.

Edifícios inteligentes funcionam de forma mais econômica quanto menos pessoas estiverem dentro e vice-versa, e também podem estender a vida útil do equipamento principal envolvido na operação.

O homem é um elo importante na automação predial. Ajuda os componentes inteligentes a trabalhar com mais eficiência, mas para o máximo impacto, a automação deve ser incorporada na fase de projeto.

Quais os benefícios que uma pessoa obtém com edifícios inteligentes

Vantagens de edifícios inteligentes:

  • os prédios verdes gastam menos energia não renovável;
  • usam os recursos naturais de forma racional;
  • Tem menos impacto ao meio ambiente.

Edifícios mais inteligentes do mundo

Telekom Tower em Kuala

O prédio de escritórios de 60 andares da Telekom Tower em Kuala Lumpur se tornou famoso por ser o mais inteligente da Ásia.

Até 11 “sistemas inteligentes” monitoram o bom funcionamento de todo o edifício: elevadores, corredores, estacionamentos, áreas adjacentes e muito mais.

As vantagens deste tipo de projetos são óbvias, pois o funcionamento de todos os sistemas é feito a partir de um único centro. Isso reduz significativamente o dinheiro gasto com eletricidade, aquecimento, controle do clima, o que ajuda a conservar os recursos naturais.

TRON Intelligent House – Tóquio, Japão

O primeiro “edifício inteligente” é considerado a “Casa do Trono” do Professor Ken Sakamura em Tóquio, construída no final dos anos 1980.

Sakamura automatizou seu espaço de vida tanto quanto possível, desenvolvendo o sistema TRON. Para a época, muito revolucionário, ele inventou um sistema sensor de clima que reagia às mudanças do tempo – as janelas eram abertas quando soprava um vento agradável, o ar condicionado era ligado se esquentasse.

Em caso de chuva ou ruído externo, as janelas eram fechadas, o som do sistema de áudio era reduzido quando o telefone estava tocando, etc.

Xanadu 2.0, um subúrbio de Seattle, EUA.

A casa inteligente mais cara hoje é a propriedade de Bill Gates. O prédio às margens do Lago Washington parece ter quatro andares, mas há mais quatro andares escondidos no subsolo. Esta casa única foi criada há sete anos pelos melhores construtores.

Além de salas, cozinhas e banheiros, a casa abriga biblioteca, salão de dança, home theater, piscina, galeria de arte e até uma sala com trampolim.

O sonho se tornou realidade junto com um sistema inteligente perfeito controlado por centenas de computadores e um engenheiro.

Tudo é autônomo no edifício: purificação de água, aquecimento, fornecimento de energia, sistemas de ventilação.

As características tecnológicas são inúmeras: além de uma galeria de arte real, há também uma virtual – por todo o imóvel há telas em altíssima resolução, demonstrando obras-primas mundiais.

Na sala existe um enorme aquário virtual incrivelmente realista, que permite observar a vida marinha.

Os aspiradores robotizados mantêm os quartos limpos e um sistema único concebido para o jardim mantém as plantas.

Tem interesse em trazer mais tecnologia, comodidade e sustentabilidade ao seu condomínio? Conte com uma administradora de condomínios como a Domínio. Faça um orçamento conosco e se surpreenda com nosso serviço.

 

 

2021-08-19T14:50:02-03:00

Belo Horizonte

R. Artur de Sá, 131, sala 803, Bairro União, Belo Horizonte , MG

Phone: + 55 31 3689-7778

Lagoa Santa

Rua Acadêmico Nilo Figueiredo 3199 - 2 andar - Dr. Lund, Lagoa Santa - MG

Phone: + 55 31 3689-7778

Open chat
Faça sua cotação.